Fabrício Viana e os Ursos Perversos


Já falamos algumas vezes sobre Literatura Bear Internacional citando a editora Bear Bones Books e as obras do autor Ron Suresha: "Bears on Bears: Interviews & Discussions" e "Fur: The Love of Hair".

Mas para orgulho geral da Nação Ursina do Brasil foi lançado pela Editora Orgástica o livro "Ursos Perversos – Uma coletânea de Contos Pesados" de Fabrício Viana, um autor brasileiro famoso por abordar a homossexualidade de maneira ampla e sem restrições.

O livro possui 14 contos, 6 deles são dos parceiros Alberto de Avyz, Paulo Sérgio Moraes, Roberto Maty, Sérgio Viula, Tony Goes e Vitor Paulino com ilustração de capa por Hokin Bear.

Todos os contos deixam o pau duro até babar, mas o mais excitante é o conto "Menelau, Meu Urso de Asas" do Alberto de Avyz. A narrativa transborda de putaria e consegue arrastar o leitor pra dentro da história. As descrições detalhadas das situações vividas pelos personagens são de uma inspiração singular! Até pensamos em escrever aqui um trecho desse conto, mas é melhor deixar na curiosidade. =P

Esse projeto enriquece bastante a cultura ursina do Brasil e para nós do WooFBrasiL é uma honra sermos citados no livro, na lista de blogs e sites ursinos brasileiros. Agradecemos ao Fabrício Viana por lembrar da gente e também pelo carinho de autografar o exemplar que ele nos enviou, juntamente com um chaveiro personalizado. =)


"Ursos Perversos – Uma coletânea de Contos Pesados" está disponível para compras no site da Editora Orgástica.

Squad85: bar urso, ator peludo e...WTF?











Já tem um tempo que fomos apresentados às webséries dedicadas para a comunidade ursina como "Where The Bears Are" (que já está na segunda temporada) e "Bulk" (que também prometeu uma nova temporada), mas uma outra série também exibida apenas na internet chamou minha atenção por causa dessa cena:

A respectiva websérie se chama Squad85 e é uma mistura de "Loucademia de Polícia" com "De Volta Para O Futuro" (WTF???). A história começa em 1985 e se resume num grupo de policiais de Los Angeles pra lá de atrapalhados (#SessãoDaTardeFeelings) que "viaja" 25 anos a frente para capturar um cara, que produziu uma droga letal muito perigosa.

A foto acima é de uma cena em que os agentes Bobby (o japa) e Bronx (o peludo gostoso ~cof cof~) entram à paisana num bar dedicado aos ursos, a fim de encontrar o criminoso, e participam do concurso Sunga Molhada que é como se fosse o "Garota Molhada" do Sabadão do Gugu, lembra?

Squad85 é mais boba do que engraçada. Dificilmente os atores vão conseguir te fazer rir e a trama não é tão interessante ao ponto de querer assistir aos demais episódios, mas já vale a pena ver a pelugem de Bronx (interpretado pelo ator Gregory Bonsignore que também é o criador e diretor dessa websérie).

Aí vai o episódio "Sunga Molhada" (a cena do concurso começa aos 8:13):



Aliás, essa foto de divulgação não te lembra alguma coisa?


E por falar em ator peludo, o morenão Sebastian La Cause que fez o Fernando em BearCity (o carinha que o Roger pegou e por isso o Tyler ficou putinho) promove uma campanha para arrecadar grana com o objetivo de produzir a terceira temporada de Hustling, uma websérie de sua própria criação que já comentamos no Woofcast 5.

As novas apostas do Scruff e do Mister











É perceptível que há uma disputa acirrada entre os aplicativos Grindr, Scruff e Mister. Embora esse último não seja popular aqui no Brasil, todos eles investem pesado em ações de marketing e constantes atualizações nas suas plataformas.

Após o Grindr lançar a opção "Bear" no seu filtro de pesquisa, agora o Scruff resolveu inovar inserindo a busca por... TRANSGÊNEROS! É isso mesmo! Na versão 4.0 do app de Johnny Scruff é possível conhecer perfis de transexuais! 


De uns tempos pra cá a gente percebeu que o Scruff quer ampliar o seu público, deixando de ser um aplicativo apenas para ursos mas acredito que o tio Johnny foi longe demais ao inserir os transgêneros. Entendo que a estratégia é passar uma imagem de que o Scruff não deixa de fora nenhuma tribo LGBT, porém pode ocorrer conflitos. Imagine uma trans mandando um woof para um urso e o urso tratá-la mal? Isso está arriscado acontecer. =/

Essa é só uma das novidades do Scruff! Ainda tem a opção de enviar vídeo e o modo viagem que te avisa quando a sua caça foi viajar. Você confere as demais atualizações aqui.

Já o Mister surpreendeu ao lançar a opção "Mr. Right" que consiste na seguinte mecânica: a partir das suas buscas o aplicativo vai te sugerir perfis de acordo com a sua preferência, ou seja, cada vez mais que você visualizar homens altos, morenos e peludos ele vai te mostrar na seção "Mr. Right" perfis próximos a você que tenham essas características. Agora vi vantagem em usar o Mister!


O Mister incentiva seus usuários a mostrarem o rosto na foto principal, de terem orgulho da homossexualidade. Pra isso, eles estimulam a utilização da hashtag #iamMISTER através de uma espécie de "Mister Code". Outras novidades você confere nesse vídeo:



O Mister também é conhecido por produzir vídeos sobre situações inusitadas com relação ao uso do aplicativo. Agora eles criaram um videocast com um rapaz chamado James Cerne ou apenas Mr. James.
O cara é DJ, ator e fanático por mídias sociais. Ele grava uma série de vídeos com orientações sobre o que fazer e o que não fazer no Mister. No primeiro episódio do videocast, James comenta sobre como escolher uma boa foto para inserir no perfil:



É muito bom assistir essas inovações dos aplicativos, mas ainda tenho esperança de que o Growlr e o U4Bear acordem desse sono de acomodação e também entrem nessa briga! =)

Tom Goss e o single Bears











Tom Goss, um cantor gay americano, é o novo queridinho da comunidade ursina! Não há um urso que fique parado ao ouvir o recente single do rapaz.

"Bears" é a nova música de trabalho de Tom, lançada durante a bear week de Provincetown, e que conta a própria história do cantor no universo dos ursos. Sendo magrinho e com pouca pelugem, Tom Goss desiste de encontrar o seu amor entre homens do mesmo tipo físico que o dele e vai atrás dos peludões, os ursos! WooF pro Tom! =)

Aliás, essa galera que faz música de urso tem uma obsessão por batidas dos anos 80. Com Tom Goss não é diferente. Um dia ainda vou entender o motivo.

Confira o clipe:


Letra da música:
Some people think they've got it right.
They tell me just what I will like.
A tight waist, smooth face, daily exfoliates,
but they don't know me.

Bears got the best of me.
Bears are my fantasy.
Bears, they know what I like we do it all night all right.
Bears, I don't discriminate.
I'll take a cub, a chub to circumnavigate.
Steal my heart and let it percolate, all night all right.

I won't explain why it's what I like,
and no you can't take me out tonight.
It takes some heft to rock this bed
and you aint got none.

Bears got the best of me.
Bears are my fantasy.
Bears, they know what I like we do it all night all right.
Bears, I don't discriminate.
I'll take a cub, a chub to circumnavigate.
Steal my heart and let it percolate, all night all right.

What I'm searching for is deeper.
Trim away the fun and see it all.
And see love.

Bears got the best of me.
Bears are my fantasy.
Bears, they know what I like we do it all night all right.
Bears, I don't discriminate.
I'll take a cub, a chub to circumnavigate.
Steal my heart and let it percolate, all night all right.

I lay my head down late at night.
Those burly arms surround me tight.
My lumberjack is where it's at,
now go and get yours.

Bears got the best of me.
Bears are my fantasy.
Bears, they know what I like we do it all night all right.
Bears, I don't discriminate.
I'll take a cub, a chub to circumnavigate.
Steal my heart and let it percolate, all night all right.

Bear Week Provincetown 2013













Ontem começou a semana ursina mais aguardada do ano! \o/


Desde 2011 a gente aqui do blog fala sobre a Bear Week de Provincetown e você pode conferir aqui e aqui. A edição desse ano vai até domingo que vem, então é capaz de eu escrever um novo post sobre o que rolou ao longo do evento.

Antes de começar a falar do mundo encantado e peludo de Ptown, te apresento um tumblr chamado Bear Week Problems no estilo do Como Eu Me Sinto Quando. Um beijo pra pessoa que criou! =*

Talvez o que falta pro WooFBrasiL fazer com relação a esta bear week é um guia para os que desejam ir pela primeira vez, porém ainda não organizamos o nosso Teleton pra arrecadar fundos e enviar o Dani, nosso futuro correspondente internacional, às terras de Provincetown.

Mas a Bear World Magazine se preocupou em criar esse serviço. Na edição de abril a revista fez um excelente guia, além de contar a história de como surgiu esta semana ursina. Confira (páginas 41 a 49):



O que mais me fascina é que o evento acaba sendo uma espécie de feira pra você vender de tudo. Desde produtos como camisetas ou acessórios de couro, até serviços do tipo barbearia ou restaurantes. Há comércios de acordo com o bolso de cada urso. Ao mesmo tempo que existem lojas requintadas, também tem aquela galera vendendo qualquer coisa montando uma simples barraquinha. Exemplo disso são os meninos da série Where The Bears Are:



Dentro do hotel (o Boatslip Resort) reservado especialmente pra bear week tem uma área, intitulada como Bear Market, para expor diversos produtos. Se liga no mapa dos estandes:


Agora vamos às festas e eventos!

Rolou um esquenta antes de começar oficialmente a bear week com algumas partidas marotas de sinuca:



Roteiro das festas:




















Tem até esse vídeo bem picante promovendo a BEARMANIA:


Você pode acompanhar no Instagram, Vine e no Facebook fotos e vídeos da Bear Week de Provincetown através da hashtag #bearweek13.

Ano que vem a gente leva o Dani! =)

Um caçador ____ um urso...




Woof woof!! Saudações ursinas pra todos nossos leitores, hoje quero compartilhar uma campanha muito bacana feita pra uma marca de corretivo que foi criada pela agência Buzzman de Paris.

A campanha é simples, envolve interatividade, um urso muito do maroto, e um caçador... preciso dizer mais? Veja você mesmo o vídeo! Só que pra funcionar, tem que ver no próprio site do youtube.


A única coisa, é que você tem de por os verbos em inglês, mas dá pra perder um bom tempo vendo o desfecho das historias... e não adianta mentir, eu sei qual foi o primeiro verbo que veio na sua cabeça rsrs, e sim, ele funciona, pode tentar. :P

E não é só essa, eles fizeram uma segunda versão no ano passado, com outra historia e ganhou até um Cannes! Dessa vez, você coloca o ano em que a festa acontece, vale muito a pena conferir.


Não testei muitos verbos pra por no primeiro video, mas quem achar verbos engraçados, comenta aí embaixo pra galera ver também.

Abração de urso, WOOF!

Gays e Festas











É engraçado como quando você sai pra uma festa ou um bar com amigos e raramente repara nas pessoas fora do seu círculo social, exceto quando alguém vem para lhe dar uma cantada, pedir alguns informação ou simplesmente esbarrar em você.

Raramente eu saio pra alguma coisa noturna específica para gays aqui em Palmas (que o diga coisas de ursos) e hoje estou aqui, numa experiência antropológica saindo pra um pub gay enquanto meu marido trabalha, no mesmo estabelecimento. Coube ao destino fazer com que nenhum de meus amigos pudessem vir e aqui estou eu, escrevendo esse post sobre gays (e uns ursos pingados) em festas.

Primeiramente, é incrível como todos conversam e se divertem e bebem e são alheios à quaisquer coisas que acontecem em volta. Um grupo conversa sobre um amigo que recentemente ficou com algum cara importante em Palmas. Outro grupo disserta sobre como Palmas é horrível para festas e em como sentem falta de boas boites como TV Bar e The Week. Outro (um pseudo-urso de cabelo loiro corte Neymar) fala sobre high society (e se não me falha a memória, é o mesmo que já vi em uma sauna bem trash em Goiânia).

Mais à frente, há um cara que olha para o celular, olha pra mim, olha pra porta e então repete o mesmo ritual... Do outro lado, sentado no "espaço caça" um moreno careca olha com olhar lascivo para todos, procurando a provável próxima foda da noite. Dois casais, um gay e o outro hétero, conversam sobre os planos para domingo, e eu aqui peço algumas caipiroskas pois esse é o momento que posso dar um oi para meu marido, que está preparando drinks no bar.

No final, são vários grupos com interesses diferentes e segmentados, mas todos com o mesmo intuito de descansar, esquecer um pouco o mundo e simplesmente ser eles mesmos.

As vezes esquecemos que o verdadeiro motivo de sair é se divertir e ao invés disso ficamos implicando com as panelinhas ou com a falta de receptividade das pessoas nas festas de urso. Simplesmente divirta-se da maneira como você sabe se divertir e mesmo a festa mais fuá do mundo será a melhor festa do fim de semana.

Declaro encerrado aqui esse documentário antropológico. Até a próxima!