Os Ursos de Modern Family











Na última segunda-feira estreou na Band "Modern Family" (Família Moderna), série ganhadora de três Emmys entre eles o de melhor comédia.

Comecei a prestar mais atenção em Modern Family após as conquistas do Emmy. Eu jurava que Glee, mesmo eu não curtindo, iria levar o título de melhor série de comédia. Mas iria ser óbvio demais. Até porque Glee se tornou fenômeno pop e acredito que os jurados do Emmy classificaram como clichê se fosse premiar a série musical.

A hipótese que eu tenho, para justificar a premiação de Modern Family, é o formato de como a série foi gravada. Classificado como pseudodocumentário: câmeras se movimentando bruscamente e cenas intercaladas sem a preocupação de montar uma história com começo, meio e fim.

Nunca tinha visto uma série nesse formato e ouso dizer que foi a primeira, pelo menos nos Estados Unidos, a ser produzida dessa maneira. Esse pioneirismo deve ser a causa para que Modern Family seja a melhor série de comédia de 2010.
Não curto esse estilo série-documentário, mas há quem goste. Os jurados do Emmy, por exemplo.

Modern Family ser a melhor série é só um detalhe diante da premiação de melhor ator coadjuvante para Eric Stonestreet. Um dos ursos que compõe o casal gay interpretado na série. A conquista do título é óbvia: além da interpretação impecável, o rapaz representa um homossexual fora dos padrões de beleza. Só isso já é um fato curioso pra receber a indicação ao Emmy.


A única coisa que peca em Modern Family, com relação aos gays casados, é que já que os dois são ursos (um chubby chamado Cameron [Eric Stonestreet] e um hairy com nome de Mitchell [Jesse Tyler Ferguson]) por que não abusar da comunidade bear?
Não acompanho a série, mas assisti boa parte dela e nunca vi nenhuma situação ou episódio que falasse sobre os ursos.
Assine o feed do WooFBrasiL ou receba os posts por e-mail

0 comentários :