Bruizr (Bearbook) | Social Media Bear #4











Mal o site foi lançado e já causou polêmica.

Nascido em novembro do ano passado, Bruizr - que originalmente era chamado de Bearbook - se meteu numa briga ferrenha com o todo poderoso da social media: Facebook.

Segundo nota emitida no Bruizr, os desenvolvedores do site receberam, antes mesmo do seu lançamento, uma notificação da rede social de Mark Zuckerberg exigindo o fim da utilização do nome "bearbook". Caso contrário, teriam que pagar uma indenização monstruosa ao Facebook.

Para o site de Mark, qualquer nome na web que contém as terminologias "face" ou "book" causam confusão entre os usuários da maior rede social das internets.
Já que a galera do Bearbook não tem bala na agulha pra pagar advogados e ir de cabeça nesse combate websférico, acharam melhor colocar o rabinho entre as pernas e mudar o nome para Bruizr.

O interessante é que na própria nota divulgada no Bruizr cita que o nome "facebook" é nada original porque o termo refere-se aos livros de faculdade, que é uma espécie de álbum de figurinhas com as fotos dos alunos em suas respectivas turmas.
Tá aí um exemplo claro que o dinheiro fala mais alto.

Criatividade não faltou para produzir a identidade visual do Bruizr. As cores predominantes em tons de amarelo, laranja e marrom claro, formam a estrutura do site e a sua logo representada por dois elementos: o rosto de um urso e colmeias de abelha, que eu as considero como a cereja do bolo.

Para criar uma conta no Bruizr é preciso, além de ter mais de 18 anos de idade, pagar uma taxa de 5 obamas (leia-se dólares) por ano. Porém alguns blogs alertam que esse valor sobe para 22 ou 25 obamas. Mas nem por isso o acesso ao site é restringido. Existe uma opção de tour parar acessá-lo e testar suas funcionalidades. Qualquer semelhança com o Facebook é mera coincidência, ok? (haha) O que eu mais gostei foi a substituição da palavra "like" pela expressão "woof" :P

A novela entre Bearbook e Facebook rendeu até uma charge produzida pelo blog Blur the Lines:


A história é sobre a proibição de postar imagens pornográficas no Facebook e um urso defende o Bearbook, dizendo que nele é possível publicar as fotos da sua bunda.
Assine o feed do WooFBrasiL ou receba os posts por e-mail

0 comentários :