#OBrasilAcordou e o que os ursos têm com isso?



As manifestações que tomaram o Brasil pra reivindicar o aumento da passagem de ônibus cresceram de tal forma, conquistando milhares de adeptos, que agora há uma pluralidade quantos aos motivos dos protestos. Tá indignado com a inflação? Vai pra rua protestar! Tá puto com os gastos da Copa do Mundo? Prepare um bom cartaz e libere o manifestante que há dentro de você!

No meio de todo esse auê (coisa que não se via desde a Passeata dos Cem Mil e do movimento Diretas Já) eis que ressurgiram o deputado Vanessão Feliciano e sua trupe, que aprovaram na comissão dos direitos humanos o projeto da Cura Gay. Pronto! Mais um estopim pra somar com a galera que está engajada por manifestar.

Lógico que não é de hoje que ocorrem protestos contra a perseguição aos gays liderado por Feliciano, mas o momento é ideal para que a comunidade LGBT ganhe força se unindo aos demais manifestantes que protestam por outros motivos. É só seguirmos a forma como o Movimento_Passe_Livre_de_São_Paulo se organiza: os membros dessa instituição estão desde 2005 promovendo debates para explicar como as cidades podem garantir o direito de ir e vir, se decretarem a tarifa zero nos transportes públicos.

Um fato curioso é que o MPL é apartidário, porém nem por isso recusa receber apoio dos partidos políticos. Por isso vejo como uma tremenda ignorância hostilizar nas passeatas os ativistas que erguem bandeiras dos seus respectivos partidos, porque eles estão na luta desde o início do movimento.

A população brasileira acordou e parece que nem tão cedo os protestos vão cessar. Nós gays temos que nos unir às diferentes pessoas que se manifestam contra inúmeras pautas como a corrupção ou por melhorias na saúde. Não há líderes, não há apenas um objetivo. Somos uma parcela da sociedade que deixa de ser minoria quando se junta aos cidadãos que anseiam por um país melhor.

Agora falando especificamente pra gente que representa a cultura ursina, um episódio que aconteceu na França (quanto à aprovação do projeto de lei a favor do casamento gay) foi a iniciativa dos ursos franceses que se uniram com todos os LGBTs na marcha que apoiou a união homoafetiva. Olha a foto:

A frase estampada na faixa diz: OS URSOS QUEREM TER LUA DE MEL

Em quais situações os ursos brasileiros se juntam? Não é preciso pensar muito pra responder essa pergunta. Apenas na Parada Gay de São Paulo é que conseguimos ver um bando considerável da espécie, ou seja, a comunidade ursina do Brasil se engaja apenas pra participar de ferveções, pegações, baladas e saunas. É mais fácil avistar grupos menores, geralmente formados por amigos próximos, nas tais manifestações que ocorrem atualmente. Eu não queria que fôssemos assim. É chato criticar o próprio nicho que faço parte, mas é a realidade.

Enquanto isso, aí vai um recado pro Feliciano:



~~//~~
Curta nossa Fanpage ~~> Facebook.com/BrasiLWooF
Siga-nos no Twitter ~~> @WooFBrasiL
~~//~~


Assine o feed do WooFBrasiL ou receba os posts por e-mail

0 comentários :