Gays e Festas











É engraçado como quando você sai pra uma festa ou um bar com amigos e raramente repara nas pessoas fora do seu círculo social, exceto quando alguém vem para lhe dar uma cantada, pedir alguns informação ou simplesmente esbarrar em você.

Raramente eu saio pra alguma coisa noturna específica para gays aqui em Palmas (que o diga coisas de ursos) e hoje estou aqui, numa experiência antropológica saindo pra um pub gay enquanto meu marido trabalha, no mesmo estabelecimento. Coube ao destino fazer com que nenhum de meus amigos pudessem vir e aqui estou eu, escrevendo esse post sobre gays (e uns ursos pingados) em festas.

Primeiramente, é incrível como todos conversam e se divertem e bebem e são alheios à quaisquer coisas que acontecem em volta. Um grupo conversa sobre um amigo que recentemente ficou com algum cara importante em Palmas. Outro grupo disserta sobre como Palmas é horrível para festas e em como sentem falta de boas boites como TV Bar e The Week. Outro (um pseudo-urso de cabelo loiro corte Neymar) fala sobre high society (e se não me falha a memória, é o mesmo que já vi em uma sauna bem trash em Goiânia).

Mais à frente, há um cara que olha para o celular, olha pra mim, olha pra porta e então repete o mesmo ritual... Do outro lado, sentado no "espaço caça" um moreno careca olha com olhar lascivo para todos, procurando a provável próxima foda da noite. Dois casais, um gay e o outro hétero, conversam sobre os planos para domingo, e eu aqui peço algumas caipiroskas pois esse é o momento que posso dar um oi para meu marido, que está preparando drinks no bar.

No final, são vários grupos com interesses diferentes e segmentados, mas todos com o mesmo intuito de descansar, esquecer um pouco o mundo e simplesmente ser eles mesmos.

As vezes esquecemos que o verdadeiro motivo de sair é se divertir e ao invés disso ficamos implicando com as panelinhas ou com a falta de receptividade das pessoas nas festas de urso. Simplesmente divirta-se da maneira como você sabe se divertir e mesmo a festa mais fuá do mundo será a melhor festa do fim de semana.

Declaro encerrado aqui esse documentário antropológico. Até a próxima!


Assine o feed do WooFBrasiL ou receba os posts por e-mail

2 comentários :

  1. Eu morro em Palmas...

    Acho que não vi muitos Ursos por aqui .

    ResponderExcluir
  2. kkkkk nosso eu escrevi morro em vez de moro e.e

    ResponderExcluir